“Guerra” é a "palavra do ano 2022", anunciou a Porto Editora


A escolha foi justificada pela "invasão da Ucrânia pela Rússia o que deu início ao maior conflito militar na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

No segundo lugar, com 18% das intenções de voto, ficou “inflação” e o pódio fica completo com “urgências”, que obteve 6,6%.

No 4.º posto ficou “rainha”, com 5,3%, palavra escolhida numa alusão à morte de Isabel II de Inglaterra.

“Energia”, com 4,8% ficou em 5.º lugar, seguindo-se “seca” com 3,9%, “abusos” com 3,2% e “ciberataque” com 2% dos votos.

A fechar a lista ficaram “nuclear” e “juros”, ambos com 1,7% dos votos.

A lista das dez palavras escolhidas foi votada 'online', entre 1 e 31 de dezembro de 2022.

No ano passado, "vacina" foi eleita a "palavra do ano", sucedendo a "saudade" eleita em 2020.

#seguidor #seguidorportugal #palavradoano #cultura #portoeditora #portugues #palavra #guerra

Comentários

Você está convidado a partilhar as suas ideias connosco nos comentários.

Contacto

Enviar